domingo, 20 de abril de 2008

Outono

São Paulo, 20 de Abril de 2008.

8h10

Chove lá fora... de alguma forma esses dias cinzentos de outono me obrigam a refletir sobre minha vida... Não!! a melancolia não mais é minha parceira... fizemos um trato... pedi um tempo... (risos)

Ainda assim, meus questionamentos perduram, alimentados por uma carência... não física... mas de alma...

Eles ganham força quando me vejo nos braços de alguém... quando o toque das mãos... o roçar dos corpos... a tensão... é apenas isso, contato físico por necessidade... e não por algum sentimento...

É como se minha alma estivesse num segundo plano... observando... e aquele ato que ela presencia se torna banal... privado de emoções duradouras...

Então vem o choro e a constatação de que ainda não foi dessa vez...

Aí me pergunto... Quem é esse? O que tanto procura?

A imagem de meu corpo nú refletida no espelho me faz despertar e sentir um vazio, então passo a entender o porque das lágrimas escorrendo sobre minha face... entendo o pranto de minh´alma...

Entendo... mas não consigo evitar...

Ouvi dizer que a maioria das pessoas têm menos medo da morte do que da solidão...

Será que traio minha alma por medo? E por isso forço meu corpo a aceitar migalhas?

Me sinto mesquinho... não é por isso... tenho certeza...

Talvez apenas esteja confuso...

Talvez o momento esperado está chegando e de alguma forma tento me sabotar... aí sim está o medo... o medo pelo novo... de se entregar finalmente...

Ah... se houvesse um manual... seria mais simples... menos doloroso... mas ele não existe e devo apenas me deixar ser conduzido por minh´alma... deixá-la assumir o controle... por hora...

Comecei dizendo que pedi um tempo à melancolia... prefiro sonhar... esperar... um dia essas palavras serão apenas lembranças de uma fase da minha vida... irei rir e chorar ao ler novamente... afinal a esperança sempre deve vencer o desespero e a amargura...

Aos poucos ganho mais força... buscando a paz e a seguindo...

"Sleep, angels will watch over you
And soon beautiful dreams will come true..."


Greco.

12 comentários:

Jarbas disse...

eu penso muito antes de escrever aqui, e às vezes não escrevo nada do que penso.

agora penso muito coisa, mas não consigo organizar e escrever; adoro seus textos, eles me fazem pensar.

beijos.

The Secret disse...

Eu também pedi um tempo a melancolia. Andavamos juntos demais. Cansei dela. Terminamos
Amei o texto
Beijos

Râzi disse...

Oi! Sabe, vim atender àquele seu pedido, tá?

Vamos ver onde a Vida nos leva!

Bom rapaz... essa coisa de separar alma do que a gente faz é uma complicação... vc devia se julgar menos.

Não podemos ter com a gente o mesmo tipo de intransigência que alguns´héteros tem, achando que somos safados e que vivemos um opção desavergonhada!

Sabe, veja nos corpos mais do que eles são. São pessoas... e é com elas que pode dar certo, por mais que vc ache que seja improvável!

Beijão!

escax disse...

Assino embaixo do comentário do râzi, sem tirar nem pôr.

Beijo!

Monsieur M. disse...

Oi amore!!!

Sabe que eu, ao contrário de ti, não pedi um tempo pra melancolia, mas, sim, estou andando de mãos dadas com ela...

Essa semana têm sido muito foda, dúvidas, incertezas, carência, vontade de jogar tudo pro alto...

Enfim, vou ficar um pouco grudado com ela, mas depois eu a mando embora. Afinal, na maioria das vezes, eu consigo!!!

Bjo grande!!!

PS: Aquele dia que caí do MSN, não continuei a conversa porque uma amiga veio aqui em casa e pediu pra usar o MSN... Desculpa, tá, querido?!?!

Latinha disse...

Rapaz... viver é desenhar sem rascunho, disse um grande poeta uma vez...

Essa melancolia, a necessidade de alguém talvez seja o reflexo de nossa vontade de racionalizar tudo, o medo de cometer deslizes e por que não de se entregar ao jogo da vida.

Mas tudo também é um reflexo do crescimento e do nosso aprendizado, para uns mais, para outros, menos doloroso.

Mas a gente chega lá... Abração!!!

Jackson Jr. disse...

que bom que voltou, cara. =D

acredito que todo mundo, inclusive eu que não tenho muito tempo, pare de vez em quando em momentos reflexivos. algumas pessoas (jurídicas, claro) chamam isso de balanço geral. o fato é que essa pausa nos ajuda a seguir melhor.

jonatha disse...

DEIXA A VIDA TE LEVAR...
senao ficamos prisioneiros dos nossos pensamentos.

Goiano disse...

grecoooo
vim deixar um bjo
so isso
nada nao
so falar oi
saber se vc esta vivo
mandar um abraço
essas coisas
uhauahua

Kako Chanel disse...

adorei o blog!

Bruno disse...

Muito bom o jeito que tu escreve.
Eu já aprendi a receber a melancolia de braços abertos. E aprendi também que ela chega sem avisar e fode com tudo!
Mas uma hora ela vai embora perturbar outra pessoa...
Boa sorte!
Abraço!

jonatha disse...

VALEU..
TEU TEXTO É MUITO LINDO...
PARABENS