sábado, 23 de abril de 2011

Minha Vergonha

São Paulo, 23 de Abril de 2010.

2h10

Acabo de me despedir de um rapaz que conheci numa sala de bate-papo hoje...

Eu o convidei para vir até minha casa, ele veio, fez o que meu corpo pedia e se foi...

Tudo bem, não sou o primeiro e nem serei o último a fazer isso...

Mas ele não foi o único hoje...

Dias vazios e parados, resolvi dar vazão à minha luxúria...

De nada adianta eu pegar uma garrafa de vinho e ficar ébrio, tentando amenizar o que fiz, justificar através do álcool algo injustificável, ao menos para minha consciência...

Já se foi 1/4 da garrafa e continuo aqui, sem nada concreto para dizer ou pensar...

Me lembro de dizer "obrigado" ao acompanhá-los até o portão...

Obrigado??? Pelo que???

Eu encontro duas pessoas pela internet, trago até minha casa e ao final agradeço?

Por me ajudarem a expor minha vergonha?

Por me mostrarem que sou apenas mais um?

Por estar aqui procurando palavras, explicações, para não admitir o óbvio?

Tolo que sou...

O vazio aumenta...

A garrafa está na metade...

E continuo sóbrio...

Greco.

Um comentário:

Rafael disse...

li seu post
interessante!
entra no meu blog
nova postagem
deixe seu dedo de prosa
beijos

rafa
www.mundocalvin.blogspot.com