segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Noite Abafada

São Paulo, 16 de Novembro de 2009.

15h20

0h48, Domingo, relâmpagos e trovoadas, me remexo em minha cama... de nada adianta a chuva lá fora, permanece quente... abafado... pra completar ouço um jazz... baixinho...vindo do meu velho rádio de ondas curtas...

Cenário perfeito...para velhos pensamentos...

Ao invés de dormir, me levanto, acendo a luz, pego papel e caneta... tento transcrever para essas linhas o que vejo... o que me incomoda... perguntas... as de sempre em minha mente...

Amor, paixão, ilusão... quantas vezes ainda me apaixonarei? (muitas creio)

Ai... ai... ai.. Já sei a resposta, porque continuar me perguntado sobre isso? Devo voltar a dormir agora? ou continuar dando vazão às mesmas bobagens?

Ainda há tempo de parar de "vagar por milhas em lugares estranhos e selvagens, em direção temo eu, ao lugar mais inútil: o lugar de esperar, pra pessoas que só esperam..."

Melhor voltar a dormir...

Greco.

3 comentários:

M. disse...

Ai, começou.

J. M. disse...

rsrsrsrs. Calma Mau, deixa o menino...

Greco disse...

Kkkkkkkk...