domingo, 18 de novembro de 2007

Sampa e...

São Paulo, 18 de Novembro de 2007

17h43

Semana passada servi como guia turístico para duas amigas que "vinheram" do interior, brincadeirinha...rs lá eles não falam "anssim" não...rsrs não posso zoar muito pois vivi por 12 anos no interior, então seria como cuspir no prato que comi...

Bem, eu as levei para aqueles lugares conhecidos em Sampa, mas que na verdade poucos paulistanos se dão ao trabalho de parar e observar, como por exemplo a Estação da Luz, que lugar maravilhoso!! E a Sala São Paulo? A Pinacoteca! Pra não falar da vista maravilhosa que se têm do alto do Edifício Altino Arantes...

Não conhecem? É o "Empire State Paulistano", o Edifício do Banespa, segundo consta no livrinho que eles entregam na entrada, foi por 20 anos o prédio mais alto da cidade. Uma dica, quando entrarem no prédio, dêm uma olhadinha no lustre, é de cristal e tem "apenas" 13 metros de altura...

A entrada é gratuita ou "de grátis", como preferirem...rs assim como na Bovespa. Também fomos ao Mosteiro de São Bento, à Catedral da Sé, Pátio do Colégio, Edifício Itália, Teatro Municipal, fiz questão de ficarmos parados no meio da rua para que elas apreciassem o Edifício Martinelli...

Como podem ver fomos a vários lugares e é claro ao meu passeio preferido em Sampa, caminhar pela mais paulista das avenidas... Como me transformo enquanto caminho por lá... não sei o que acontece, talvez por que ali sim me sinto em algum lugar, será pela mistura de sons, pessoas, construções?

É estranho, já disse por aqui que não me sinto pertencendo a nada ou a ninguém, mas ali na Paulista, me sinto alguém, é como se meu mundo fosse aquele, será que meu amado anda por aquelas bandas e por isso sinto "suas" energias? Hauhauhuahuhauuahuha talvez haja um explicação...

Eu as levei também ao Shopping Frei Caneca, queria ver a reação delas, até que foi bem normal...

Num desses dias, conheci um amigo blogueiro, não vou dizer quem é pois ele ficará envergonhado, mas meu caro não posso deixar de dizer que seus olhos são lindos e sua timidez(?) lhe dá um certo charme...

Bem continuando a semana, no feriado fui à igreja, sim ainda freqüento, sou protestante e fui participar de uma cerimônia anual, muito importante para nós...

O prédio da igreja é lindo, só de entrar você já se sente em paz, é acolhedor e não opressor como alguns pintam... mas como coloquei no alto desse blog, sou um conflitante, então imaginem quais tipos de conflitos posso ter...

Pois bem ao final da explanação aos que ali estavam, o ministro da igreja disse assim: "ninguém sairá daqui triste"...

A cerimônia começou, como sempre foi tudo muito bonito, tudo organizado... e sai de lá, não triste, mas pensativo...

Como disse sou protestante, mas protesto contra o que? Lá entre 1517 e 1564 eles contestavam os dogmas do catolicismo entre outras coisas, claro que havia outros interesses por trás dessa contestação, mas não sou historiador e nem pretendo entrar no mérito da questão...

Apenas fiquei pensando sobre eu estar ali, o que significava pra mim, porque estar ali?

Não curto muito discutir futebol (sou são paulino), política (odeio as hipocrisias do 4 dedos) e muito menos religião, justamente por ser um assunto muito delicado para mim, pois nasci e cresci seguindo um doutrina que me vejo todos os dias corrompendo (?), talvez seja um protesto, uma nova "Reforma" ?

Enquanto caminhava para metrô eu "quase" chorei e falei com Deus assim:
"Meu Deus, sei que você tem bilhões de pessoas para cuidar, mas por favor lembre-se de mim, sei que todos necessitam de ti mas eu queria pedir, se é que posso, apenas para ser feliz...
Sei o que sou, perdoe minhas imperfeições... Sei que terei que arcar com as conseqüências disso, apenas quero ser alguém e poder ser feliz... pode ser que ano que vem eu não esteja aqui, mas saiba que jamais negarei seu nome, nunca trocarei aquilo que acredito, por algo mesquinho ou mentiroso..."

Confesso que tenho vontade de chorar ao escrever isso (na verdade estou chorando), será que pedi muito a Deus? Quero ser feliz e lutarei por isso...Deus está dentro de nós e não nas instituições, algumas fundadas apenas com o intuito de arrecadar "contribuições voluntárias" da massa...

Como já disse, não quero discutir religião, mas é que dessa vez fiquei mais pensativo sobre meu papel ali, sobre o que acredito e o que realmente quero...

Pascal disse que "o homem é tão necessariamente louco que não ser louco representaria uma outra forma de loucura" e baseando-se nisso uma psiquiatra fez uma lista com os sintomas básicos da neurose, lista da qual raramente alguém escapa.

Dentre as neuroses, algumas das mais comuns é necessidade neurótica (termo usado pela psiquiatra) de agradar os outros, do poder, de despertar piedade, de explorar os outros, etc.
A que me chamou atenção é a "necessidade neurótica de um parceiro que se encarregue da sua vida".

Dizem que dessa somente os santos escapam...

Não sou santo, mas escapo dessa, não quero que alguém se encarregue da minha vida, quero sim é compartilha-la com alguém, os bons e os maus momentos, quero dar e receber amor, carinho, compreensão, respeito...é muito?

Confesso, talvez seja óbvio para alguns, que a ansiedade é minha grande dificuldade. Reclamo comigo mesmo "pô ninguém lembra de mim, me liga ou envia mensagem", claro... eu não dou tempo para "esquecerem"... eu me encarrego de enviar mensagens ou ligar pelos dois...

Calma, não sou daqueles possessivos e chatos, quer dizer pelo menos eu acho isso... eu só envio mensagem ou ligo perguntando "está tudo bem?", "boa semana", etc porque me sinto sozinho e essa é uma forma de "conversar" de ter algum "contato" com alguém...

Não falo isso para ficarem com peninha de mim e passarem a me ligar incessantemente... falo isso para que tentem entender e não se assustem comigo, aos poucos (e com a ajuda da conta telefônica) eu vou mudar, só não venham depois dizer que eu sumi...

"Someone is there waiting for my song
I´m only looking for someone, who sings alone?
when all my dreams, finally reach yours
we will uprise and maybe find our true love..."


Greco.

13 comentários:

Mr. Writter disse...

Fiquei curioso pra saber quem é o blogueiro! #)
Qt às outras coisas, paciência!
Paz e serenidade pra ti.

Jarbas disse...

é, falar de Deus é sempre muito complicado pra mim, eu fui adventista do 7º dia por quase 9 anos, mas me vi tentando enganar quem eu nunca conseguiria engarnar: DEUS.
mas hoje apesar de não estar sentando dentro de um banco de igreja não me sinto distante de Deus. acho que vai de cada um, não sei, nem gosto de falar sobre isso.


engraçado ler isso que você falou sobre ser atencioso pelos dois ... uma vez uma amigo me disse assim: "sabe porque você reclam que ninguém lembra de você? porque você está sempre disponivel, pensa mais nos outros do que em você" pior que é verdade.

então é isso... talvez estamos mirando nossa atenção para a direção errada. [talvez]
bom fim de domingo;

Monsieur M. disse...

Querido!!
Acho q sei o q sentes... O problema é q, no meu caso, naum sou o q liga... Prefiro (naum no sentido de gostar, entende?) ficar sozinho no meu canto... Isso é algo q tenho q mudar.
E mais uma coisa: adoro essa música!!! Hahahahha!! A propaganda é tão lindinha!!! Hahahahha!!
Abs!!

Ricardo disse...

Esse final de semana eu conhecio a pessoa que venha a se tornar meu cunhado. Muito simpático e educado, mas quando estavamos conversando sobre blogs, ele se referiu que blogs são coisas de pessoas sérias que postam frequentemente (jornalistas, etc) ou de garotos bobos que ficam desocupados o dia inteiro. Eu, lógio, dei minhas alfinetadas... mas sabe... eu gostaria que ele lesse isso aqui, o que vc escreveu.

Talvez ele entendesse o porque de eu ser simplesmente encantado com esse mundo blogueiro. Muitas besteiras são postadas todos os dias (as minhas, inclusive!!!), mas acabamos nos deparando como textos como o seu... ou como o do Marcos, o Carinha do Blog....

Meu querido, essa sua dúvida quanto à religiosidade é uma batalha que se tem que vencer dentro da gente. Mas o bom é que temos um aliado que pode entrar em nós e nos dar força, alento, energia e vigor! E com isso, por mais sofrido que seja, acabamos vencendo. Esse aliado é Deus!

Eu já vivi dramas religiosos de me fazerem quase entrar em depressão. E Deus me ajudou. Minha fé Nele, hoje, é inabalável. Sei que ele está em todos os lugares, esperando apenas para ser sentido. Se vc o sente, já é um vitorioso!

Dogmas... a sua Igreja, que eu respeito, protestou contra os dogmas do Catolicismo, mas no final, não criou seus próprios?
E quem cria os dogmas? Não, não creio que tenha sido Deus. O homem faz as coisas de acordo com sua conveniência...

Acredite, Deus não vai te condenar por achar a felicidade nos braços de um homem que te queira, que te ame. Eu já pensei assim! :D Mas Ele me mostrou que me ama muito mais que isso! O que Ele quer é que tenhamos Valor! Que sejamos bons, honestos, tenhamos caráter!

O resto? Bom, que cada um se ocupe com o que acha importante!

Continue a frequentar a sua igreja, com o coração e a conciência puras! Vc não está corrompendo nada.

E pode acreditar, Deus ouviu o seu pedido. :D

Abração, querido, e muito obrigado por compartilhar!

TOTUS TUSS - TODO TEU disse...

Obrigado pelça visita. Que bom que tenha gostado.

Ricardo disse...

Ah!! Parece improvável mas eu esqueci de comentar uma coisa ! Ahauhauhuahauah!

Se uma pessoinha estivesse nos seus link, eu teria uma suspeita de quem é o blogueiro! Hehehehe!

E quanto a coisa de procurar os amigos, a quem vc iria procurar? Os inimigos???

Hauahauahauahauah!

Abração!

Mirko Heineken disse...

Moro em SP desde que me conheço por gente e ainda não fiz esse roteiro descrito em seu post, acho que estou perdendo muita coisa!

Ricardo disse...

Ah, meu querido, eu sei que a Vida, às vezes, é uma pedreira!

E sim, o cansaço e o estresse deixam a gente desse jeito, noites mal dormidas e essas coisas!

Mas tenha força! É realmente uma fase. Vc me passou uma coisa muito boa e eu dificilmente me engano quanto às pessoas! Já aconteceu casos em que eu quis me enganar, mas isso é coisa da Vida!

Abração!
Sempre que precisar, pode contar!

:D

Goiano disse...

Vamos por partes:
1º quero vc pra guia meu guia turistico
2º vc nao deve tentar ver sua religiao ao longo dos seculos pra saber se esta corretamente inserido nela... o protestantismo começou com uma reforma mas hj é uma doutrina tradicionalissima , e a igreja catolica que era o bicho papao se renovou e reformou ... entao veja o seu papel na comunidade religiosa hj e como vc se relaciona com os dogmas atuais.
3º vc conversou da maneira correta com Deus... abriu seu coracao e orou de forma verdadeira e pediu uma coisa importante felicidade.
Olha Deus sabe o que vc passa, mas por conta do livre arbítrio Ele só age na nossa vida qdo nós O chamamos.

Cara eu gostei d vc
vou passar aqui sempre
e vou te linkar (não preocupa vc nao precisa retribuir)

abraço

Domingos disse...

Parabens pelo blog.

Voltarei mais vezes.

Abração!



http://www.ramsessecxxi.blogger.com.br

Cara Imperfeito disse...

Olá meu guia turística preferido!

Você é excelente como guia. Pena que meu tempo foi curto. Como já te disse, quase matei aquela prova para andar pela cidade com você. Deveria ter feito, não fui aprovado mesmo... Rs!

Sobre as outras questões, acho que você tirará de letra! Você é o cara!

=P

sampa disse...

olha que eu completo o título, viu? adorei. como adorei falar com você também hoje. ganhei o dia. bjo grande.

Espartacus disse...

Sei como você se sente, pois fui evangélico durante 06 anos. Hoje, sou ateu e confesso que foi muito bom eu ter rompido com a religião e com o Deus cristão, mas cada pessoa tem uma dinâmica diferente, então, desejo que você consiga se conciliar com sua consciência.

Beijão.

Gostei muito do blog.